O tamanho do Universo e nós.

Quando eu era criança, gostava de ficar no quintal de casa olhando o céu noturno. Como moro em uma cidade pequena, ainda não existem fortes luzes que possam ofuscar a visão do céu.

 

Galáxia Sombrero

Galáxia Sombrero - Foto: Hubble

 Eu ficava horas, embevecido, olhando as estrelas. Vez por outra conseguia avistar uma estrela cadente. Ficava ali imaginando como era bonito o céu estrelado, que tamanho ele teria, se existia alguém ali. Eu ficava tão estonteado pela beleza do céu que começava até achar que ele era meu amigo. Chegava a ser íntimo. Na presença do céu eu me sentia parte dele.

 

Hubble

Galáxia Olho Negro - M64 - Foto:Hubble

Então, conforme crescia, fui comprando livros sobre astronomia para ver se eu ficava mais íntimo de meu amigo noturno. Comecei a aprender o nome das estrelas, a reconhecer tipos de constelações, a identificar objetos celestes e manusear telescópios, lunetas e binóculos. Aprendi, aos poucos, que meu amigo era ENORME e que eu não deveria ser tão importante para ele quanto ele era para mim. Me senti cada vez menor perto desse enorme amigo, até que acabei por descobrir que perto dele não sou nada, de tão COLOSSAL que ele é.

 

Hubble

Nebulosa Helix, também chamada "Olho de Deus" - Foto: Hubble

O Daniel Mendes colocou esse vídeo no YouTube. Foram usadas imagens da câmera de espaço ultra profundo do telescópio espacial Hubble. Ele mostra para os não iniciados em astronomia a nossa verdadeira dimensão em relação ao Universo. Muito instrutivo. Vale a pena dar uma olhada.