As marias-fumaça estão voltando!!!

Um tempo atrás fiz um post sobre um carro a vapor britânico que estava sendo desenvolvido para bater o recorde de velocidade de carros a vapor. (Leia o post aqui).

Pois bem, no final do post comentei que talvez as antigas locomotivas a vapor, chamadas carinhosamente de “marias-fumaça” poderiam estar de volta.

Funionamento de uma locomotiva à vapor

Funionamento de uma locomotiva à vapor

E não é que elas estão realmente ressurgindo! No começo de novembro/2008 uma locomotiva a vapor, modelo Tornado, fez sua viagem de estréia na Inglaterra, indo de York a até a estação central de Newcastle a uma velocidade média de 120km/h. Foi a primeira locomotiva a vapor a fazer um trajeto na Inglaterra nos últimos 50 anos. (Fonte: Daily Mail)

Maria-fumaça chegando de sua viagem inaugural na estação central de Newcastle. Modelo 60163 Tornado que custou 3 milhões de libras esterlinas.

Maria-fumaça chegando de sua viagem inaugural na estação central de Newcastle. Modelo 60163 Tornado que custou 3 milhões de libras esterlinas.

Na verdade, as locomotivas jamais saíram totalmente de operação. Para se ter uma idéia, só aqui no Brasil ainda existem 354 locomotivas, obviamente que nem todas estão operacionais (info do site Steam Locomotive Information).

Locomotiva em atividade em Araraquara - SP, construida em 1912 pela firma A. Borsig

Locomotiva em atividade em Araraquara - SP, construída em 1912 pela firma A. Borsig

Porém a maior parte das locomotivas que ainda estão em operação no Brasil são utilizadas em usinas de cana de açúcar, principalmente do Nordeste,  para o transporte da cana cortada. Mas tem algumas que ainda funcionam no transporte de passageiros.

As locomotivas foram construídas pela primeira vez no começo do Séc. 19, na Inglaterra. Foi uma invenção de Richard Trevithick.

Locomotiva em uso em engenho de cana em Alagoas, de 1907, construida pela firmaKerr Stuart & Co (Stoke on Trent)

Locomotiva em uso em engenho de cana em Alagoas, de 1907, construída pela firmaKerr Stuart & Co (Stoke on Trent)

Em fevereiro de 1804, Trevithick usou sua invenção para transportar uma carga de carvão para Penydarran, Gales do Sul a fim de convencer os mineiros da importância de seu invento para a indústria carvoeira. Feita de ferro e com uma fornalha interna, a invenção de Trevithick era muito similar com os trens a vapor que se tornaram muitos populares mais tarde.

Richard Trevithick, considerado o inventor da locomotiva à vapor

Richard Trevithick, considerado o inventor da locomotiva à vapor

Um dos marcos dessa realização foi que a locomotiva era cara de mais o que a tornava impraticável para qualquer uso e não demorou muito para que um outro trem a vapor fizesse sua aparição. Na verdade não foi até que Matthew Murray construísse uma locomotiva de dois pistões para a Middleton Railway em 1812, que o trem a vapor foi considerado novamente como uma alternativa viável às carruagens.

Pede penico!!

Quem, quando criança, nunca fez o nr. 1 ou o nr. 2 no penico? Lá em casa tinha um bitelo de plástico rosado. Quando a hora apertava eu gritava: Mãe! Traz o penico!

 

Penico de louça tradicional

Penico de louça tradicional

Segundo a Wikipédia, um penico (também conhecido como urinol ou bispote no Brasil), consiste de um recipiente com formato arredondado e fundo chato, mantido no quarto sob a cama e usado como vaso sanitário à noite (mas quase que exclusivamente para urinar). Os penicos podem ser confeccionados de ferro, bronze, cerâmica, loiça, ágata e, mais modernamente, plástico. Quase todos possue uma alça (ou pegador).

Peniquinho

Peniquinho

Ê troninho!

Ê troninho!

Troninho

Troninho

PENICOS HISTÓRICOS

Um tipo peculiar de penico, o Bourdaloue, foi elaborado especificamente para o uso das damas. O formato retangular ou oval alongado do vaso, às vezes com a parte dianteira alta, possibilitava que a mulher urinasse de pé ou agachada sem grande risco de errar o alvo, o que também ajudava na redução da quantidade de roupa para lavar.

Bourdaloue francês em louça do Séc. XVII

Bourdaloue francês em louça do Séc. XVII

O nome “Bourdaloue” supostamente vem de um famoso padre católico francês, Louis Bourdaloue (1632-1704), que fazia sermões tão longos que as damas da aristocracia que o ouviam colocavam tais vasos discretamente sob suas roupas para que pudessem urinar sem ter de sair do lugar. Todavia, isto muito provavelmente é só uma lenda.

padree_louis_bourdaloue

Bourdaloue Minton inglês em louça decorada do Séc. XVIII

Bourdaloue Minton inglês em louça decorada do Séc. XVIII

 

Os penicos permaneceram em uso rotineiro (particularmente nas áreas rurais) até meados do Séc. XX, quando o uso crescente de banheiroscom privadas gradualmente os substituiu. Em alguns países, como a China (que possui uma grande população rural), eles ainda são encontrados com facilidade mesmo nos dias de hoje.


USO MODERNO

Na maior parte do mundo, penicos são utilizados hoje em dia quase que exclusivamente para ensinar crianças pequenas a urinar e defecar, visto que elas têm dificuldade em utilizar o vaso sanitário, projetado para uso de adultos. Estes penicos são geralmente fabricados em plástico e possuem cores vistosas. No Brasil usam-se ainda dois tipos de penicos em ambiente hospitalar para os pacientes que não podem se levantar do leito: um deles é usado por homens e denomina-se “papagaio” e o outro é utilizado pelas mulheres e é conhecido por “comadre”.penico-portugues-louca

 

Penico grego

Penico grego

 

 

 

E se a pipa não subir?

Tá aí uma coisa que todo moleque gosta: pipa!

Quando eu era pequeno, vivia com a mão cortada pela linha e pelo serol que usava. Era uma correria louca pelos morros e ruas de minha cidade. Nossa, como eu gostava de soltar pipa. Ver aquele “baita” pipão subindo majestoso, com a rabiola a tremular ao vento. Nas tardes quentes e ensolaradas, a molecada ficava horas, competindo para ver quem tinha o melhor”pião”. Quem tinha coragem de cortar quem. Saudades…

Mas aí eu dei uma cavocada na Net e descobri um site super legal sobre pipas, com histórias, fotos, curiosidades e até venda de pipas. O site você pode acessar aqui.

É da Equipe Silvio Voce da Brazilian Kite Team, que promove shows e eventos sobre pipas. Para quem gosta do assunto pipas, vale a pena a visita.

Fiquei babando… olha só as pipas do cara. Me senti um verme!

 

Pipa em forma de cubo

Pipa em forma de cubo

 

Pipa com cara de Samurai (acho!)

Pipa com cara de Samurai (acho!)

 

Pipa em forma de Urso Panda - Show!

Pipa em forma de Urso Panda - Show!

 

Pipa em forma de dragão - caraca!

Pipa em forma de dragão - caraca!