6 coisas 6 links [meme]

O Dmitry do Picopa de Bits me deixou sem graça por ter me indicado para uma meme (brincadeira! Obrigado Dmitry!). Já que veio de um parceirão, tô respondendo.

As regras são as seguintes:

1. Linkar o blog da pessoa que te indicou. 
2. Escrever as regras do meme em seu blog. 
3. Contar 6 coisas aleatórias sobre você. 
4. Indique mais 6 pessoas e coloque os links no final do post. 
5. Ao publicar o post, avise aos a seus indicados, deixando um comentário em seu blog.

6 dados aleatórios:

1 – 12 horas por dia, 6 dias na semana trabalhando tem me matado.

2 – Preciso ser menos organizado.

3 – Amo desesperadamente alguém que já não mais me ama.

4 – Tenho que ter um compromisso mais íntimo com minha fé.

5 – Meu desapego às coisas e aos outros tem me deixado frustrado.

6 – Tenho que ver mais filmes de ficção-científica (vício geral).

 

Indicando outros blogs para o meme:

Mundo Gump, Visão Panorâmica, Rostinhos Bonitos, Hello Stranger, SRZD e Besterror

Escolha sua catástrofe

Uma colisão devastadora com outro planeta; um super vulcão que matou 60% da população do mundo e uma Era do Gelo de 25 milhões de anos de duração. Nosso planeta já enfrentou muitas catástrofes… qual será a próxima?

A Terra tem estado sujeita a alguns eventos apocalípticos em seus 4,5 bilhões de anos de história: vulcões, meteoros. fogo e gelo quase impediram a  vida e ameaçaram a própria existência da Terra.

Diz o apresentador Tony Robinson do Channel 4 inglês: por exemplo, enquanto não foram trazidas rochas da Lua pelo Projeto Apollo, nós nem sequer podíamos imaginar que a Terra e a Lua eram feitas do mesmo material.

“Pensávamos que a Lua era um satélite capturado pela gravitação da Terra, mas os cientistas recentemente descobriram que logo após a Terra ter se formado, um planetóide chamado de Theia, se esmagou contra a Terra e dos destroços formaram a Lua”.

Colisão de Terra com um planetóide - Assim se formou a Lua, dizem os cientistas

Colisão de Terra com um planetóide - Assim se formou a Lua, dizem os cientistas

“Então obtivemos uma lua, que começou a estabilizar a Terra. Antes disso, nós tínhamos mares de 300 metros de altura e, depois da colisão, a Lua estava 10 vezes mais próxima do que agora. À medida em que ela se afastou, nós aumentamos nosso dia de 6 horas para de 24 horas.”

“Um dos meus episódios favoritos é sobre os dinossauros” diz Robinson. “Tem havido muitas teorias de como eles desapareceram – incluindo radiação, envenenamento ou mesmo frio comum – mas os cientistas acabaram de descobrir em Montana, nos Estados Unidos a “camada de extinção dos dinossauros”, que é uma faixa da cor de chocolate contendo milhões de ossos”.

“Por 30 anos, nós acreditamos que a Terra tinha sido atingida por um asteróide gigante que criou um aquecimento global e matou os dinossauros, mas até então os cientistas não tinham achado nenhuma evidência disso. Ninguém imaginou que durante milhões de anos depois do impacto, qualquer prova estaria coberta por camadas de rocha”

“Agora eles também acharam essa enorme cratera na península de Yucatán no México, bem fundo no subsolo. É a prova pela qual eles estavam procurando”

Aqui vemos alguns desastres que já atingiram a terra desde sua formação – e pergunte se eles poderiam acontecer novamente.

UMA NUVEM TÓXICA SOBRE A EUROPA

Em 1783, em Laki, Islândia, ocorreu uma erupção vulcânica, espalhando gás e lava por 8 meses, cobrindo uma área de 350km2 de rochas derretidas.

A erupção de Laki produziu uma quantidade enorme de dióxido de enxofre, queimando os olhos das pessoas, arrancando a pele de rebanhos e matando plantas.

 

Laki, na Islândia. Explosão no Séc. XVIII matou muitos europeus.

Laki, na Islândia. Explosão no Séc. XVIII matou muitos europeus.

 

A erupção enviou uma gigantesca nuvem tóxica sobre a Europa Ocidental. – foi a maior catástrofe natural que atingiu a Inglaterra, com chuva ácida, nevoeiro e clima severo, continuando sobre o país por meses.

A nuvem assassina de Laki matou cerca de 23 mil ingleses. E pode ser que aconteça novamente – a Islândia tem 18 vulcões que estão ativos nos últimos séculos, a maior concentração de vulcões de qualquer lugar do planeta.

Nuvens de cinzas, gás e ácido sulfúrico podem cair novamente sobre a Europa.

UM TSUNAMI TODO DIA

As marés na Terra há 4 bilhões de anos atrás eram mil vezes mais altas do que hoje, viajando a uma velocidade de 450 km por hora e atingindo bem longe adentro da linha costeira, causando muito mais danos ao longo de seu caminho – a destruição causada era equivalente ao tsunami de 2004, isso a cada poucas horas.

Cada maré revirava milhões de toneladas de escombros. Quando ela se retraía, deixava uma linha costeira devastada. O jovem planeta Terra estava sendo devorado por seus oceanos – e para nós eram boas notícias porque o que as marés retiravam dos continentes ela dava para os mares, criando um ambiente perfeito para o surgimento da vida.

4 tsunamis por dia! 4 bilhões de anos atrás.

4 tsunamis por dia! 4 bilhões de anos atrás.

As gigantescas marés, causadas devido a Lua estar tão perto da Terra 4 bilhões de anos atrás, retirava minerais e nutrientes da terra e os misturava dentro dos oceanos – criando uma sopa primordial

Os cientistas acham que as interações químicas naquela sopa criaram as primeiras proteínas básicas – das quais toda a vida na terra eventualmente emergiu.

Ainda bem que tal desastre dificilmente irá repetir novamente porque a Lua está vagarosamente se afastando da Terra e ficando menor.

UMA NOVA ERA DO GELO

Nosso planeta passa por uma Era do Gelo – uma redução de temperatura de longa duração na superfície da Terra formando extensos campos de gelo ao redor dos hemisférios norte e sul – a cada 100 mil anos aproximadamente.

A cerca de 650 milhões de anos atrás, entretanto, o planeta inteiro congelou. As temperaturas despencaram e camadas de gelo de 3km de espessura se espalharam dos pólos encapsulando o todo o planeta – e permaneceu assim por cerca de 25 milhões de anos.

Os cientistas acreditam que foi devido à falta de dióxido de carbono na atmosfera. Se o nível de CO2 aumenta muito, o planeta fica muito quente, se há pouco, ele esfria.

Uma era do gelo de 25 milhões de anos. Quem vai vender geldeira?

Uma era do gelo de 25 milhões de anos. Quem vai vender geldeira?

Hoje, animais e plantas na terra ajudam a controlar a quantidade de CO2 na atmosfera, mas a 650 milhões de anos atrás, as únicas coisas vivas na Terra eram bactérias vivendo nos oceanos, que retiravam CO2 da atmosfera.

Havia mais uma catástrofe na corrente. O gelo reflete 85% da luz solar que o atinge, os oceanos refletem menos de 10%. Quanto mais gelo se formava, menos oceano era exposto, de forma que menos luz solar era absorvida para aquecer o planeta.

O planeta foi lacrado em uma sepultura de gelo. Organismos unicelulares tiveram que se adaptar ou morrer. Foi uma série de erupções vulcânicas que salvaram a Terra, com bilhões de toneladas de lava e cinzas quebrando a camada de gelo, tornando a Era do Gelo em uma Era de Fogo.

ERUPÇÃO DE UM SUPER VULCÃO

Os cientistas crêem que a mais provável erupção de um super vulcão será no Parque Nacional do Yellowstone, no estado de Wyoming, EUA.

Embaixo do solo do parque está uma enorme câmara de lava derretida, logo abaixo da crosta terrestre – 25km de comprimento por 50km de largura e 8km de profundidade. É cerca de 500 vezes o tamanho da cidade e Londres.

A caldeira do Yellowstone – uma forma vulcânica como um caldeirão formado por um colapso de terra após a erupção de um vulcão – tem crescido 8cm por ano desde 2004. Os cientistas crêem que isto é um sinal de uma erupção iminente.

Embora o super vulcão do Yellowstone não tenha produzido qualquer erupção nos últimos 70 mil anos, ele ainda está ativo e a maioria dos experts acredita que ele irá entrar em erupção no futuro. Se vai ser uma erupção moderada (comparável ao Monte Sta. Helena no estado de Washington, EUA, em 1980, quando cinzas vulcânicas atingiram 11 estados americanos), ou uma mais catastrófica, é impossível de prever.

Yellowstone - Será o fim do mundo?

Yellowstone - Será o fim do mundo?

A última grande erupção em Yellowstone foi 640 mil anos atrás. Erupções similares têm acontecido de forma regular nos últimos 2 milhões de anos, então poderia se dizer que a próxima já está atrasada.

Uma erupão similar do super vulcão Toba na Indonésia, 75 mil anos atrás, acredita-se que tenha matado 60% dos habitants da Terra. Naquela ocasião, o vulcão Toba ejetou 3 vezes mais material do que o de Yellowstone 640 mil anos atrás.

Entretanto, a caldeira do Yellowstone pode fazer muito pior – e fez, 2,2 milhões de anos atrás quando explodiu, produzindo o que é ainda a maior e mais violenta erupção vulcânica de todos os tempos.

(Fonte)

Apenas o começo…

Novo blog, pessoal!

Estamos apenas começando uma pequena jornada através de filosofia, ciência, religião, curiosidades, bizarrices, terror, interesses, desinteresses, informação, comédias e muitos outros títulos.

Esperamos trazer um pouco de luz, conhecimento ou simplesmente diversão ao seu dia.

Abração

Velhinho mas funcional

Velhinho mas funcional