Incríveis cemitérios de objetos

Com a produção em massa de objetos de uso, passando o tempo muitos dos objetos vão se tornando obsoletos rapidamente, e, consequentemente, os dispomos no lixo, trocando por mais novos. E isso vale para todos os tipos de objetos, tendo em vista que a nova religião institucionalizada do consumismo nos urge a assim agir. E quanto a grandes objetos, tais como navios, aviões e outras coisinhas como essas? Para onde vão?

Segue abaixo alguns dos cemitérios mais inusitados que existem.

1 – Cemitério de aeronaves (Arizona, Estados Unidos)

aircraftO Cemitério de Aviões da Força Aérea Americana situa-se perto da Base da Força Aérea de Davis Monthan, em Tucson, no Arizona. Para quem não conhecia, é algo incrível de se ver. É difícil de se compreender o tamanho do “Cemitério”. O número de aviões ali estocado e a precisão como estão organizados é impressionante. Uma coisa importante de se frisar é que todos eles são capazes de retornar à ativa se uma necessidade aparecer. Tanto o Museu quanto o “Cemitério” são atrações muito populares no deserto do Arizona. 

2 – Cemitério de Trens (Uyuni, Bolívia)

trainsNo sudoeste da Bolívia, fica um lugar onde parece que todas as cansadas e antigas locomotivas do país se reuniram na imensidão para dar seu último suspiro. Este gigantesco Cemitério de Trens – completamente lotado de carcaças ocas e esqueléticas de velhas locomotivas a muito tempo esquecidas – está situado à beira do deserto no altiplano dos Andes, a 3.670m de altitude, perto de um pequeno estreposto Uyuni.

3 – Cemitério de navios (Nouadhibou, Mauritânia)

ship2

A cidade de Nouadhibou é a segunda maior cidade da Mauritânia, e o local de um dos maiores Cemitério de Barcos e Navios do mundo. Centenas de navios e barcos enferrujados podem ser vistos por todos os lados, tanto no mar quanto na praia.

Esse fenômeno teve início nos anos de 1980, com a nacionalização da indústria pesqueira da Mauritânia. Assim, numeroso barcos pesqueiros que não davam retorno econômico, simplesmente foram abandonados lá. Os proprietários de navios e barcos estrangeiros, mais tarde, descobriram ser muito conveniente livrar-se de seus antigos barcos naquela baía.

4 – Cemitério de tanques soviéticos (Kabul, Afeganistão)

tanksNos arredores de Kabul, capital do Afeganistão, existe uma enorme coleção de veículos de batalha soviéticos abandonados e deixados para trás depois de uma gigantesca falha na ocupação militar do país nos anos de 1970 e 1980. Os soviéticos deixaram o país rapidamente e não se importaram em encontrar uma maneira de levar seus veículos quebrados paara casa. Assim, eles se encontram meio destrinchados e grafitados atualmente. O Governo Afegão tem poucas unidades de reciclagem, de forma que este Cemitério de Tanques permanecerá onde está por muitos anos como uma lembrança da invasão russa.

5 – Cemitério das Âncoras (Ilha Tavira, Portugal)

anchorEntre as dunas da ilha Tavira, Portugal, há uma impressionante coleção de âncoras no local denominado Cemitério das Âncoras. Foi construído em memória da gloriosa tradição da pesca de atum com armações de rede, fixadas com essas âncoras, uma técnica pesqueira inventada pelos fenícios. A ilha de Tavira foi um local dedicado à pesca de atum. Eles construíram esse cemitèrio de âncoras para aqueles que tiveram de desistir de sua profissão quando os grandes peixes deixaram aquela região.

6 – Cemitério de máquinas automáticas (Tamamura, Gunma-ken, Japão)

vendingLocalizado em Tamamura, Gunma-ken, Japão, este Cemitério de Máquinas Automáticas nos lembra do problema ambiental que elas são, tendo em vista a enorme quantidade de energia gasta para mantê-las acesas, geladas ou quentes, 24 horas por dia.

7 – Cemitério da Guerra (Asmara, Eritreia)

trucksEm Asmara, uma importante cidade da Eritreia, existe um enorme Cemitério de restos de tanques militares, veículos blindados e outras relíquias da guerra, capturados pelo exército da Eritreia ou deixados para trás pelos Dergue da Etiópia enquanto estavam evacuando.

“Nós mantemos este local como uma lembrança”, diz Peter do Departamento de Turismo. Caminhamos pela massa de veículos, tanques e pentes de munição vazios, a maior parte de origem russa. Em um país comum, este seria o paraíso dos comerciantes de ferro-velho, mas na Eritreia, os destroços permanecem como um símbolo de orgulho e vitória sobre a Etiópia.

8 – Cemitério de carros soviéticos (Rússia)

sovietcar

Este é o Cemitério de Carros Soviéticos. A maior parte desses carros são muito difícieis de se ver nas ruas da Rússia atualmente e foram objeto de desejo para algumas gerações soviéticas atrás, uma vez que quase todos eram privados do direito de ter um carro. Agora eles permanecem lá como um monumento silencioso da distante era soviética e seu estilo de vida. Talvez em alguns desses carros Stálin ou Brejnev tenham dirigido pelas ruas de Moscou.

Fonte: Oddee

Anúncios

Incrível arte de rua 3D

Cuidado com a cachoeira!! Incrível arte 3D em rua por Edgar Mueller.

Cuidado com a cachoeira!! Incrível arte 3D em rua por Edgar Mueller.

Sejamos sinceros, tem muita porcaria na net que às vezes tenho vontade de me suicidar tecnologicamente e não mais acessar a rede. Porém de vez em quando, somos surpreendidos por algo realmente bom que nos chama a atenção.

Passando pelo site do Daily Mail hoje, 23/02/2009, me deparei com algo inusitado, pois os sites de notícias do Brasil só falam na festa da bunda, desculpem, do carnaval. Então, se quisermos saber como o mundo está, precisamos visitar outros jornais que não os daqui.

Pois bem, o citado tablóide britânico traz uma notícia da incrível arte do pintor alemão Edgar Mueller, que faz arte em ruas com loucas, bizarras e incrivelmente realistas pinturas em 3D.

Olha a cratera! Sejamos sinceros: o cara é bom mesmo no que faz.

Olha a cratera! Sejamos sinceros: o cara é bom mesmo no que faz.

A pintura 3D em ruas de Edgar Mueller são excepcionalmente grandes, o que proporciona, a partir de uma perspectiva certa, uma ilusão de completa realidade.

Putz, o quê aconteceu na rua? Show de realidade.

Putz, o quê aconteceu na rua? Show de realidade.

Quem quiser conhecer mais sobre a impressionante arte de Edgar Mueller pode visitar o site Metanamorph, que traz uma coletânea da superba arte desse incrível alemão de 40 anos.

Veja no vídeo abaixo o passo-a-passo de como ele realiza seu trabalho.

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “The Crevasse – Making of 3D Street Art“, posted with vodpod

UFO sobre Rio Branco – Acre

A TV Gazeta de Rio Branco, Acre, afiliada da TV Record, filmou e noticiou no dia 09/02/2009 um objeto voador não identificado que pairou sobre o Conjunto Universitário, assustando os moradores.

TV Gazeta de Rio Branco, Acre, filma UFO sobre bairro da cidade.

TV Gazeta de Rio Branco, Acre, filma UFO sobre bairro da cidade.

A filmagem mostra um objeto que muda de cor – branco – vermelho e azul. Claramente você pode ver a lua e algumas estrelas juntas no céu com esse objeto.

Uma multidão acompanhou o fenômeno, pois toda a vizinhança viu o objeto. Havia mais de 25 testemunhas. O objeto permanecu no céu por mais de duas horas. Ele se moveu de leste para sul e depois retornou do sul para o oeste.

Duração do fenômeno: mais de duas horas.

Número de testemunhas: mais de 25 pessoas.

Local: Rio Branco, capital do Acre – Brasil

Veja o filme clicando aqui.

(Fonte: Disclose.tv)

Fantasma caseiro filmado.

Apavorado, Reece Pitman, de 12 anos, ouviu sussuros e usou o seu celular para filmar um fantasma. Isso ocorreu alguns dias após sua irmã de 9 anos reclamar que alguém estava completando seu quebra-cabeças durante a noite.

A história acima foi publicada dia 12/02/2009 no tablóde britânico The Sun.

Mais um caso para os caças-fantasmas?

Mais um caso para os caças-fantasmas?

Tonia, de Solihull, Birmingham, Inglaterra, disse que consultou um médium que lhe disse que o fantasma poderia ser amigável.

A assistente de vendas, Tonia, disse: “Passei por uns tempos difíceis depois que meu marido me deixou. Não acredito em fantasmas, mas prefiro pensar no espectro como meu anjo da guarda”.

Julian Banks, da Sociedade Britânica de fenômenos Paranormais disse que o filme era “potencialmente a melhor imagem de fantasma em anos”.

(Fonte: The SunBol)

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “Fantasma caseiro filmado.“, posted with vodpod

2012 – O fim do mundo

Teorias de conspiração dizem que os governos mundiais escondem de seu povo a verdade: o mundo vai acabar em 2012!

O fim do mundo está próximo, segundo o Calendário Maia. O dia será 21 de dezembro de 2012

O fim do mundo está próximo, segundo o Calendário Maia. O dia será 21 de dezembro de 2012

Tudo vem do Antigo  Calendário Maia, um povo que habitou a América Central e desapareceu uns 800 anos antes de Colombo chegar à América. O povo que o sucedeu, os Astecas, herdaram dos sábios (e carniceiros) Maias seu elaborado calendário, que fazia sombrias previsões para o futuro, através de sofisticados observatórios astronômicos e cálculos matemáticos exatos (eles sabiam que o ano solar durava exatos 365,25 dias!).

Montezuma II - 1466-1520

Montezuma II - 1466-1520

Por exemplo, pelo calendário Maia, na data de 23/11/1519 (obviamente pelo nosso calendário) o deus Quetzalcoatl (a Serpente Emplumada) retornaria de barco, vindo do oriente, com seus homens, para reclamar o trono da cidade de Tenochtitlán, que era a capital do império Asteca.

 

Por incrível que pareça, Hernán Cortez, conquistador do México, aportou por aquelas bandas exatamente na época prevista. O cara, que era aloirado, foi recebido por Montezuma, imperador dos Astecas, como se fosse um deus!

Bom, voltemos ao assunto. Pois bem, esse mesmo calendário Maia prevê que, pelo nosso calendário, o mundo vai acabar (pelo menos como nós o conhecemos) no dia 21/12/2012, no solstício de verão no hemisfério sul e de inverno no norte.

Cortez e Montezuma - um trágico encontro de duas civilizações

Cortez e Montezuma - um trágico encontro de duas civilizações

Só que, como essas teorias estão sendo bastante difundidas pela internet (tente colocar 2012 na busca do Google para você ver), a Sony Pictures, que não é nada boba, vai lançar este ano o filme 2012, no verão americano. O filme chega por aqui em 13/11/2009.

 

 

E a Sony Pictures vai lançar o filme sobre 2012 ANTES que o mundo acabe

E a Sony Pictures vai lançar o filme sobre 2012 ANTES que o mundo acabe

O trailer do filme já está disponível no site oficial do filme.

A mensagem que o trailer traz é que os governos mundiais saberiam mas não avisariam seus habitantes de que o mundo iria acabar e que somente alguns poucos escolhidos sobreviveriam.

Se você quiser tentar a sorte e concorrer para poder ser um desses escolhidos, vá até a página do Instituto para a Continuidade Humana e se inscreva.

A Sony deve estar querendo faturar muito dinheiro com o filme, antes do mundo acabar, é claro. he he he

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

more about “2012 – O fim do mundo“, posted with vodpod

O highlander dos animais

Uma pequena criatura marinha, que é capaz de se rejuvenescer sempre, pode guardar o segredo da vida eterna. A medusa Turrutopsis Nutricula retorna à sua forma juvenil sempre que se acasala, depois de ficar sexualmente madura. Assim, para essa criatura, é o sexo, e não a piedade, que é a chave para se viver para sempre.

Essa medusa Turrutopsis foi encontrada na costa da Flórida. Essas criaturas são encontradas no mundo inteiro e têm o potencial de viver para sempre.

Essa medusa Turrutopsis foi encontrada na costa da Flórida. Essas criaturas são encontradas no mundo inteiro e têm o potencial de viver para sempre.

Tecnicamente a Turrutopsis é conhecida como um “hidrozoário”, e o único animal capaz de reverter completamente para sua forma mais jovem. Ela consegue isso através de um processo de desenvolvimento celular chamado transdiferenciação. Teoricamente, esse ciclo pode se repetir indefinidamente, tornando o pequeno animal potencialmente imortal. Enquanto que a maior parte dos membros da família das medusas morre depois de reproduzir, a Turrutopsis desenvolveu uma habilidade única de retornar ao estágio de pólipo. Parece que esse animal tomou um banho na fonte da juventude eterna. Essa criatura de apenas 5mm agora é o foco dos mais intrincados estudos desenvolvidos por biólogos marinhos e geneticistas.

Pequeno terror. Esse animal que cresce apenas até 5mm mas pode se regenerar para sempre.

Pequeno terror. Esse animal cresce apenas até 5mm mas pode se regenerar para sempre.

Achada em águas quentes tropicais, acredita-se que a Turrutopsis está se espalhando pelo mundo através da água que os navios usam como lastro e despejam nos portos. Apesar de solitárias, elas são criaturas predadoras e se desenvolvem assexuadamente a partir de um estágio de pólipo.

Um pólipo de Turrutopsis. A medusa retorna a esse estágio sexualmente imaturo quando faminta ou danificada.

Um pólipo de Turrutopsis. A medusa retorna a esse estágio sexualmente imaturo quando faminta ou danificada.

(Fonte: Daily Mail)

E os mortos voltarão a caminhar…

Esta semana (07/01/2009), a revista New Scientist publicou uma matéria sobre genética e previu que em um futuro próximo o homem será capaz de trazer de volta à vida animais já extintos, inclusive o Homem de Neanderthal! Então me recordei do filme de Steven Spielberg, Parque Jurássico. O interessante que o método a ser utilizado é bem parecido com o descrito no filme e no livro, escrito por Michael Crichton (faleceu 04/11/2008). Ao meu ver, o filme passará, se confirmada a previsão acima, da classe de ficção científica para a de documentário.

A receita para reviver essas espécies está no fim do post.

Abaixo segue a lista dos Top 10 a serem ressuscitados, segundo a revista.

Tigre dente de sabre (Smilodon Fatalis)

Tigre dente de sabre (Smilodon Fatalis)

Homem de Neanderthal (Homo Neanderthalensis)

Homem de Neanderthal (Homo Neanderthalensis)

Urso gigante da cara chata (Arctodus Simus)

Urso gigante da cara chata (Arctodus Simus)

Tigre da Tasmânia (Thylacinus Cynocephalus)

Tigre da Tasmânia (Thylacinus Cynocephalus)

Tatu gigante - Gliptodonte (Doedicurus Clavicaudatus)

Tatu gigante – Gliptodonte (Doedicurus Clavicaudatus)

Rinoceronte lanoso (Coelodonta Antiquitatis)

Rinoceronte lanoso (Coelodonta Antiquitatis)

Dodo (Raphus Cucullatos)

Dodo (Raphus Cucullatos)

Preguiça gigante (Megatherium Americanum)

Preguiça gigante (Megatherium Americanum)

Moa (Dinornis Robustus)

Moa (Dinornis Robustus)

Alce gigante irlandês (Megaloceros Giganteus)

Alce gigante irlandês (Megaloceros Giganteus)

Bônus:

Mamute lanoso

Mamute lanoso

RECEITA PARA RESSUSCITAR ESPÉCIES EXTINTAS

Você vai precisar de:

1 – DNA bem conservado.

2 – Diversos bilhões de blocos de construção de DNA.

3 – Uma barriga de aluguel parente da espécie extinta disponível.

4 – Tecnologia altamente avançada.

Como fazer:

1 – Extrair o DNA da espécie extinta, sequenciar os fragmentos e montar para obter um genoma completo.

Realidade: as sequências de genoma de animais extintos deverão estar repletas de erros fatais.

2 – Agora pegue os seus blocos de construção de DNA e recrie o DNA de seu animal extinto, com o número correto de cromossomos.

Realidade: ainda não é possível fazer longas moléculas de DNA partindo do zero, mas deveremos ser capazes em breve.

3 – Empacote os cromossomos dentro de um núcleo artificial e coloque no óvulo retirado da espécie que vai servir de barriga de aluguel. Isso fará com que o ovo se desenvolva em um embrião que será clone de um animal há muito tempo extinto.

Realidade: encontrar espécies compatíveis com as extintas, coletar seus óvulos, vai ser um problemão. Pior ainda, até hoje ninguém tentou clonar pássaros ou répteis.

4 – Faça com que o embrião se desenvolva. Para mamíferos, implante o embrião no útero da espécie compatível que servirá de barriga de aluguel. Para um réptil ou pássaro, encube o embrião usando técnicas que ainda serão desenvolvidas. Para um anfíbio ou peixe que necessitam de fertilização fora do corpo, simplesmente sente e observe.

Realidade: mães de aluguel podem não existir para muitas espécies extintas.

Acelerando o Processo:

Em vez de começar do zero sintetizando o genoma inteiro, você pode pegar o DNA de um animal parente próximo da espécie extinta e modificá-lo para ficar mais parecido com o da espécie extinta que você deseja.

Realidade: algumas espécies vivas, através de técnicas laboratoriais,  já se tornaram mais parecidas superficialmente com as extintas, mas com o conhecimento e a tecnologia de hoje, elas permanecem bem distante da coisa real.
(Fonte: Daily Mail)